Falta de energia, cansaço, fadiga? Entenda o motivo. - Daniela Alves
Bolacha recheada: porque não devo comer?
26 de julho de 2018
Conheça a importância do butirato para a nossa saúde intestinal.
17 de agosto de 2018

Falta de energia, cansaço, fadiga? Entenda o motivo.

Uma queixa muito comum no consultório é cansaço (ou falta de energia, fadiga, preguiça, falta de motivação).

Cansaço é diferente de dispneia, que é a sensação de falta de ar e geralmente é um sintoma de doença cardíaca ou respiratória.

Cansaço às vezes é só um “blah”, um sintoma que o paciente não consegue explicar.

Um das percepções mais comuns é de que apenas pelo fato de se estar mais velho, o cansaço é uma coisa normal. E não é verdade.

Vários desbalanços hormonais ou de flora bacteriana (disbiose), alimentação deficitária em algum macronutriente (principalmente proteína) ou microelementos (algumas vitaminas e minerais) já são o suficiente para serem os responsáveis pela falta de energia.

Outro motivo pode ser a inatividade física. Um corpo não acostumado à pratica de exercícios não tem resistência e cada vez que um mínimo esforço é exigido, já parece um grande sacrifício.

A boa noticia é que várias doenças que causam cansaço persistente são tratáveis, como uma alimentação desbalanceada e deficitária ou no caso da anemia causada pela deficiência de ferro. Outras causas também tratáveis são: doenças de tireoide, condições clinicas que afetam o tempo e qualidade do sono, sintomas psiquiátricos de crises de ansiedade ou depressão, efeitos colaterais de medicações já em uso ou mesmo doenças respiratórias e cardiovasculares.

Tudo sempre passa pela base da Medicina Funcional: alimentação equilibrada, suplementação quando necessária, atividade física regular, sono reparador e manejo do stress.

Uma visita ao seu médico de confiança e uma boa história clínica certamente irão ajuda-lo a diagnosticar e restabelecer a energia necessária para seu dia-a-dia.