Você é aquilo que você come - Daniela Alves
Saúde mental. O que a Medicina Integrativa pode fazer por você
11 de março de 2019
Consome alimentos ultraprocessados? Fique alerta.
27 de março de 2019

Você é aquilo que você come

Que o teu alimento seja o teu remédio e que o teu remédio seja o teu alimento!

Meu módulo preferido em Medicina Funcional, é sem dúvidas o APM Energy. Nele, estudamos com profundidade todas as doenças neurodegenerativas e o foco principal é a mitocôndria – uma organela celular de fundamental importância, já que é a nossa usina de energia.

O que a comida que você come tem a ver com o funcionamento do seu cérebro? Sempre soubemos que o que comemos afeta nosso corpo e nossa aparência, mas cada vez mais evidências demonstram o impacto dos nutrientes no nosso humor, comportamento e também no metabolismo cerebral.

Nosso corpo não gosta de estresse, e libera citocinas inflamatórias, que são substâncias químicas que estimulam o sistema imunológico a reagir e a lutar contra o estresse através da inflamação, como se o estresse fosse uma “infecção”.

Enquanto a inflamação aguda e de curta duração ajuda a nos proteger contra doenças e repara o corpo quando você faz algo como se cortar, a inflamação crônica oferece uma resposta completamente diferente – um padrão crônico de inflamação está associado a uma série de doenças, como doenças autoimunes, cardíacas, metabólicas, neurológicas e psiquiátricas.

Cada vez mais estudos relacionam a influência da nossa saúde intestinal com nosso cérebro, influenciando desde nosso humor até nossa capacidade de concentração – essa ligação, cada vez mais estudada, é o que chamamos de eixo cérebro-intestino.

Os hormônios intestinais influenciam a capacidade cognitiva, como entender, manter o foco e reconhecer quando estamos saciados. Além disso, os alimentos ricos em antioxidantes, gorduras boas, vitaminas e minerais fornecem energia e ajuda na proteção contra doenças cerebrais. Então, quando nos concentramos em dar ao nosso corpo alimentos integrais e nutritivos, beneficiando tanto o intestino quanto o cérebro, estamos realmente beneficiando nossas mentes e corpos, mantendo-os em forma.

Doze alimentos são discutidos com profundidade no APM Energy quando se fala em mitocôndrias e são considerados terapêuticos:

  • Abacate;
  • Brócoli;
  • Espinafre;
  • Alga marinha;
  • Óleo de côco;
  • Azeite de oliva;
  • Salmão selvagem;
  • Carne de gado criado em pasto (em quantidade moderada e bem preparada);
  • Amêndoas;
  • Romã;
  • Chá verde;
  • Mirtilos.

Além de uma alimentação balanceada em macro e micronutrientes, é de fundamental importância o consumo adequado água e de fibras solúveis e insolúveis. Também é importante ficar de olho na quantidade e qualidade de proteína ingerida diariamente – num geral as pessoas tendem à superestimar o consumo.

Lembre-se:
Você é aquilo que você come! Que o teu alimento seja o teu remédio e que o teu remédio seja o teu alimento!