Mais alguns detalhes sobre Carboidratos - Daniela Alves
Bolinho Cetogênico – na sua versão salgada!
10 de maio de 2018
Mais um pouco de Medicina Funcional – Conferência Internacional em Doenças Autoimunes
24 de maio de 2018

Mais alguns detalhes sobre Carboidratos

Mais alguns detalhes sobre Carboidratos!

Ainda falando sobre a abordagem nutricional low carb e de todas as suas nuances aplicadas na Medicina Funcional, vale a pena esclarecer o que são carboidratos.

Os nomes são vários: açúcar, amido, xarope de frutose - no final todos vão se metabolizar e serem absorvidos na forma de glicose.

Vou tentar de uma maneira simples, sem me aprofundar na bioquímica:

1. Carboidrato é um dos 3 macronutrientes, juntamente com proteínas e gorduras, e é encontrado em abundanciaria na natureza e na maioria dos alimentos processados;

2. Tipos:

  • Monossacarídeos: Glicose, Frutose e Galactose;
  • Dissacarídeos: Sacarose (glicose + frutose), Lactose (glicose + galactose), Maltose (glicose + glicose);
  • Polissacarídeos: Amido (1400 glicoses), Glicogênio (30.000 glicoses, armazenado no fígado e músculos esqueléticos);

Quando se fala em gramas de carboidrato em um alimento, não é o peso total do alimento, por exemplo:

  • 100 gramas de Alface tem em média 0,9 gramas de carboidrato. Logo, para comer 10 gramas de carboidrato em alface, precisa comer um quilo!
  • 100 gramas de Banana Prata, tem 23,43 gramas de carboidrato;
  • 100 gramas de Brigadeiro (média de 10 docinhos), tem 55,91 gramas de carboidrato;

Antes de focar em reduzir carboidrato, acho interessante cada pessoa se localizar em quanto carboidrato consome na sua alimentação atual.

Dá um pouco de trabalho, mas acho importante porque a maioria das pessoas não tem ideia da quantidade de carboidrato realmente consumida no dia-a-dia e nos seus alimentos preferidos.

Uma tabela excelente para se basear, é a TACO (Tabela Brasileira de Composição Alimentos - USP), fácil de ter acesso aqui.

A maioria das diretrizes nutricionais atuais, seguem recomendando que 60 a 65% das calorias da dieta venham de carboidratos. Logo, para alguém com uma dieta de 2000 kcal, é orientado que 1200 kcal venham de carboidratos, ou seja 300 gramas.

Abordagem totalmente diferente daquela numa alimentação low carb, onde se varia entre 50 a 150 gramas de carboidratos por dia, dependendo da individualização e necessidades do paciente. E sim, 100 gramas de carboidratos na forma de alimento certo (vegetais) é bastante comida.

Pare, pense e se informe sobre alimentação – sua saúde é o seu melhor investimento!