Mais um pouco de Medicina Funcional - Conferência Internacional em Doenças Autoimunes - Daniela Alves
Mais alguns detalhes sobre Carboidratos
17 de maio de 2018
Dia Mundial Sem Tabaco
31 de maio de 2018

Mais um pouco de Medicina Funcional – Conferência Internacional em Doenças Autoimunes

A Medicina Funcional tem sido, desde julho de 2016, foco de grande parte dos meus estudos e um dos grandes motivos por eu ter voltado a me apaixonar pela medicina. Tudo faz mais sentido aos meus olhos, a abordagem ao paciente é mais completa e principalmente o jeito de engajar o paciente e de tê-lo como parceiro na busca de uma vida mais saudável é mais efetivo.

A revisão do estilo de vida na base da Matrix – sono e relaxamento, exercício físico e movimento, nutrição, manejo de stress e vida de relação.

A análise cuidadosa de cada um dos nodos para avaliar desalinhamentos – defesa e reparo, energia, biotransformação e eliminação, transporte, comunicação, integridade estrutural e assimilação.

Tudo isso avaliado com um olho nos antecedentes, desencadeadores e perpetuadores das condições clinicas e outro no centro da Matrix, onde está o paciente, inserido no seu meio emocional, espiritual e mental.

A formação em Medicina Funcional, pelo IFM que é a instituição mais conceituada mundialmente, se dá através de vários módulos durante um intervalo de dois anos:

  • AFMCP – Applying Functional Medicine in Clinical Practice
  • Advanced Practice Modules - Detox
  • Advanced Practice Modules - Immune
  • Advanced Practice Modules - Energy
  • Advanced Practice Modules - Hormone
  • Advanced Practice Modules - Gastrointestinal
  • Advanced Practice Modules - Cardiometabolic

Após concluir toda essa carga horária, já estou em preparo para a prova de Certificação que ocorrerá em novembro de 2018.

Entre todas as condições clínicas que realmente me estimulam a estudar sempre um pouco mais estão as doenças metabólicas (obesidade, resistência insulínica, diabetes, hipertensão e todas as suas complicações) e a abordagem dietética às doenças autoimunes.

Essa última tem aparecido com frequência no consultório – até porque não existe marketing mais eficiente que o boca-a-boca entre os pacientes.

E é por causa disso que estarei na Florida, para o 2018 Annual International Conference (AIC) - Solving the Puzzle of Autoimmunity: The Interplay of Gut, Genes, and Environment, a conferência anual do IFM onde serão 3 dias de imersão apenas sobre abordagem funcional às doenças autoimunes.

Estou animadíssima com a oportunidade de mais conhecimento com a qualidade do IFM e de ouvidos bem abertos para melhorar a abordagem que já estou fazendo com vários pacientes – estarei com todas as novidades de volta para Brasil em julho.